BLOG

FAÇA PERGUNTAS INTELIGENTES

“Somente quando você começar a fazer as perguntas certas é que passará a obter as respostas certas” – Dorothy Leads

Uma ferramenta muito interessante e útil é a ideia de aprendermos a fazer perguntas inteligentes ao invés de fazer perguntas burras. A ideia é a mesma usada nos processos de terapia e de PNL, e que podem ser muito úteis para a liderança e a gestão de empresas.

 Vamos entender isto:

Nossa mente inconsciente mantém um constante diálogo com nosso consciente, e busca sempre trazer alguma resposta as nossas perguntas, que nem sempre é uma resposta boa para nossa vida. É preciso compreender que a qualidade das respostas que obtemos está diretamente relacionada as nossas crenças, experiências e a qualidade das perguntas que fazemos, e é por isso que precisamos aprender a mudar a qualidade das perguntas que geramos em nossa mente.


POR QUE? versus COMO?
Vamos iniciar dividindo as perguntas em dois grandes tipos. Podemos fazer perguntas que buscam encontrar razões e justificativas (perguntas que estão focadas no “por quê”?), ou podemos fazer perguntas que buscam descobrir soluções ou resultados (perguntas que estão focadas no “como?”).


Vamos exemplificar um pouco para facilitar a sua compreensão deste raciocínio.
Uma pessoa pode estar vivenciando um período de dificuldades financeiras em sua vida, e estando frustrada e triste pergunta para si mesmo “por que tudo de ruim acontece comigo?”. Como a pergunta em si é uma queixa, um lamento, um sentimento de autopiedade, a sua mente inconsciente tende a lhe apresentar diversas razões ou justificativas para o fato de estar vivendo um período difícil, tais como “porque você nasceu para sofrer”, “porque a vida é uma droga”, “porque você nunca faz nada certo”, e assim por diante. Neste caso, as respostas tendem a prejudicar mais do que ajudar, pois o inconsciente apenas busca mensagens negativas que justifiquem o fato de ela ter problemas.

Entretanto se a pergunta fosse feita de maneira mais inteligente e útil, se fosse direcionada a busca de soluções, então seria mais ou menos o seguinte: “o que é que eu devo fazer para mudar a situação que estou vivendo hoje?”, ou então “como é que eu poderei conseguir melhorar a minha vida?”, ou até mesmo “o que devo mudar em meu comportamento ou em meus pensamentos para conseguir melhores resultados a partir de agora?”.

Nestas perguntas inteligentes o que se percebe é que elas estão direcionadas não a reclamações ou lamentos, mas a lidar com a realidade em busca de melhorias concretas. Elas são um tipo de perguntas que levam o indivíduo a assumir a responsabilidade pelas suas decisões e pelos resultados que vem obtendo em sua vida.

São perguntas provocativas que buscam trazer respostas, que mostram novas alternativas para velhos desafios, para os problemas que estamos enfrentando ou que podem vir a ocorrer. Então nestes casos a mente inconsciente certamente trabalha na busca de respostas que impliquem em “como” solucionar os problemas que existem.

Ao invés de obter respostas “burras” oriundas de “perguntas burras”, do tipo “você merece sofrer e ser infeliz”, serão respostas mais objetivas tipo “comece a divulgar mais o seu trabalho’, “busque novos parceiros para ampliar os investimentos”, “mude o seu modo de tratar os clientes, procurando tratá-los com mais atenção, respeito e apoio”, e assim por diante.

A uma pergunta “como posso melhorar minha relação familiar?”, o inconsciente vai trazer respostas tais como “comece a ter mais tempo e mais dedicação para sua esposa(o) e para os seus filhos”, ou “lembre-se de ouvir mais o que eles tem a dizer, e procure falar de assuntos que são importantes para eles”.

 "A única pergunta idiota é aquela que você não faz." - Paul MacCready 

Claro que as respostas serão mais ou menos profundas e valiosas, conforme outros fatores envolvidos, tais como conhecimentos, informações, crenças, e assim por diante. Entretanto muitas vezes o inconsciente realmente surpreende com respostas sábias e inesperadas, pois ele possui uma sabedoria muito mais profunda do que a mente consciente é capaz de perceber.

 “O gerente pergunta ‘como’ e ‘quando’; o líder pergunta ‘o quê’ e ‘por quê’.” - Warren Bennis 

Por tudo isto te convido a passar a mudar a forma como fala consigo mesmo, e passe a fazer Perguntas Inteligentes para si mesmo e para os demais membros de sua equipe, pois assim sua mente responderá conforme o tipo de pergunta a ela feita, assim como as demais pessoas da equipe passarão a fazer o mesmo, e poderão melhorar ou mudar positivamente suas vidas e a empresa.


Perguntas inteligentes como por exemplo:
- Como podemos melhorar a qualidade dos nossos serviços/produtos?
- Como podemos melhorar nosso atendimento ao cliente?
- O que podemos fazer para aumentar nossos lucros, fortalecer nossa marca ou diminuir nossos custos?
- O que é preciso fazer para ter uma equipe de alta performance? Por que não fazemos isso a partir de agora?

Observação: na próxima postagem vamos passar uma série de perguntas inteligentes para você usar na gestão de sua empresa e negócios.

De acordo com sua inteligência e habilidade para fazer perguntas provocativas virão respostas adequadas e neste caso, fazendo perguntas sábias irá obter respostas sábias e produtivas, as quais certamente produzirão boas melhorias em sua vida, beneficiando assim a sua família, seus negócios, e em todas as demais áreas da sua vida. Quem mais vai lucrar com isto será você mesmo.

Sucesso e bons negócios a você e a sua equipe.

Bruno Krug
Palestrante Motivacional e Mentor de Líderes
(55)3312-5477 / (55)98142-5600
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
https://www.facebook.com/brunokrug.palestrantemotivacional

PROCURAR

FACEBOOK